terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Nutricionista dá dicas de ceia de Natal regional

"Uma das épocas mais gostosas do ano pode ficar ainda mais saborosa e nutritiva."



Aliar fartura, sabor e inovações na ceia natalina pode parecer difícil, mas só depende de criatividade segundo a nutricionista amazonense Raphaella Cabral. Ela sugeriu alguns alimentos amazônicos em substituição a produtos tradicionais do Natal. Além de ousada, a proposta é uma alternativa para uma ceia mais barata.

Segundo a nutricionista, substituir alguns pratos ou acrescentar alimentos típicos da região pode ser uma vantagem na ceia de natal.
"Você pode ousar fazendo uma ceia criativa, barata e saudável, pois os alimentos amazônicos são ricos em antioxidantes, vitaminas e minerais, gorduras mono e polinsaturadas, que são benéficas ao nosso corpo, e fibras", disse.
Em tempos de crise econômica, a substituição de alguns alimentos natalinos, como as frutas importadas tradicionalmente consumidas na festa, pode ser uma solução para manter a ceia farta, nutritiva e com baixo custo ao amazonense.
"Podemos aproveitar esse momento em que devemos economizar sem perder a magia que a ceia do Natal nos proporciona, e agregar os nossos alimentos tão saborosos, nutritivos e de preço acessível ao nosso bolso. Uma ceia regional pode dar uma cara diferente mas muito saborosa ao Natal", afirmou.
Substituições

A nutricionista amazonense Raphaella Cabral (foto), afirma que, "todos os pratos da ceia podem ser adicionados ou substituídos pelos alimentos amazônicos, como as frutas, peixes, castanhas, palmitos de pupunhas, entre outros". Usando criatividade, o lombo pode ser substituído pelo tambaqui assado, por exemplo.
"Ele [tambaqui] ainda pode ser recheado com farofa de castanhas e banana pacovã", sugeriu a nutricionista, ao ressaltar que o fruto é rico em ácidos graxos, vitaminas B e E, proteína, cálcio, fósforo e magnésio. Segundo ela, os nutrientes da castanha são benéficos para rins e fígado.

O pernil ou o peru também podem ser substituídos por pratos com bodó. Além de fugir do óbvio, o peixe, rico em proteínas e ômega 9, ajuda na redução do colesterol e a melhorar as funções imunológicas do corpo. "Um filé de bodó na crosta da castanha com um delicioso molho de açaí pode ser um dos pratos principais", recomendou.

Sucos e sobremesas
As substituições não ocorrem apenas nos pratos principais. Doces e saladas utilizando frutos como cupuaçu, bacuri, pupunha e castanhas também são sugeridos pela nutricionista. "Pode também incluir na ceia os sucos com as frutas regionais e os famosos 'vinhos' feitos com cupuaçu e açaí", contou.
Para a sobremesa, o açaí se destaca dentre os alimentos da região pelo alto valor energético, concentração de gorduras benéficas ao corpo e pela riqueza de proteínas e sais minerais. "Por que não servir um delicioso mousse de açaí, ou um pudim, molho de salada ou pernil feitos com açaí? O fruto também pode ser servido na forma de suco ou vinho, que já é bastante apreciado pelos habitantes da região", completou.

Jamile AlvesDo G1 AM



Nenhum comentário:

Postar um comentário