terça-feira, 10 de junho de 2014

Turismo em Alter do Chão

                              Alter do Chão

Está precisando remodelar o seu visual.

Que a beleza de Alter do Chão é algo que salta aos olhos, todo mundo sabe. As revistas especializadas em turismo já destacaram o balneário amazônico por diversas vezes. Até o jornal inglês The Guardian, por dois anos consecutivos a coloca entre as principais praias do Brasil. Só que um detalhe chama a atenção de quem chega: as barracas da praia. Elas são tradicionais, mas não são lá um modelo a ser copiado, pois são velhas e encontram em mau estado de conservação. Ou seja, de certa forma distoam do visual encantador da barra fluvial (que muitos chamam de ilha). Recentemente, surgiu a ideia de substituir as barracas por outras com um novo conceito. Além de mais modernas, algo que pudesse atender aos turistas nos dois períodos de estação (inverno e verão). Por isso, está em plena fase de formação de opinião a barraca de dois andares, que seria uma solução para a geração de trabalho e renda, entre os empreendedores deste setor, no balneário.

O turismo em Santarém pode ser aquecido também no inverno.

Toda a folheteria do turismo santareno está voltado para o período de verão, quando surgem as praias mais conhecidas da região Oeste do Pará. Só que, desta forma, fica impregnado na cabeça do turista a orientação para o turismo sol e praia.
E o inverno, nos últimos tempos, tem mostrado que pode agregar bastante. Neste período surgem os atrativos voltados para o ecoturismo e turismo de aventura, como o aparecimento de igapós, trilhas e passeios pela floresta. É tempo de conhecer lugares como Floresta Encantada do Caranazal, Floresta Nacional do Tapajós, etc. Na verdade, um verdadeiro convite para quem aprecia a natureza em suas várias formas.
Nesta época, os igarapés transbordam e se forma um igapó. O passeio é feito em canoas que duram cerca de uma hora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário