sábado, 31 de dezembro de 2016

FELICIDADE NO COTIDIANO RIBEIRINHO !

A SIMPLICIDADE DE QUEM VIVE NA FLORESTA, REVELA UMA FELICIDADE VERDADEIRA

A felicidade muitas vezes é buscada em objetos que as pessoas pensam que traz conforto espiritual, mas nem sempre. São os ipods, telefones celulares de última geração, roupas e tênis de marca, carros, motos e outros considerados "sonhos de consumo". Mal sabem as pessoas que assim pensam, principalmente os jovens, que em muitos locais distantes da Amazônia, famílias ribeirinhas que mal tem o mínimo
para seus sustentos, vivem bem felizes, com o pouco que possuem.
Na hora do almoço, nem sempre o peixe está na mesa, o chibé é quase sempre presente. Os rios dão lugar a praças que não existem, a não ser nos sonhos das crianças ribeirinhas. Se para estudar, tem que se deslocar muitos quilômetros, surge a vontade de aprender, que é bem maior que as dificuldades.
Essas pessoas ribeirinhas, vivem longe de políticas públicas feitas em gabinetes; eles são descobertos por políticos somente na época das eleições. Mas Deus preserva seus filhos que respeitam a natureza e preservam o Meio Ambiente.

Por isso são assistidos por missionários em missões que navegam pelos rios da Amazônia.
Para eles, felicidade está em preservar suas origens, olhando bem além de suas necessidades financeiras. Importa que são felizes, e que possuem espírito despido de ganância que os homens da cidade grande possuem em demasia. Na parábola da borboleta, se tentar apanhá-la, será muito difícil de conseguir, mas quando você menos esperar, ela estará em seu ombro.


Nesta edição da Via Amazônia, mostramos sorrisos sinceros de alegria. Nos flagrantes feitos pelas lentes mágicas de Helly Pamplona, revelamos o contexto do que é a verdadeira felicidade, um sonho que sonhamos com os pés no chão e a alma eternamente agradecida ao Criador. 

Eis o contexto de felicidade, em uma explicação pura e simples, como a vida que levam em contato com a natureza.

da Redação, Via Amazônia

Nenhum comentário:

Postar um comentário