sábado, 17 de setembro de 2016

FEIRA URBANA DE ALTERNATIVAS

O público jovem, se reuniu em Manaus, onde interagiu com arte, criatividade e sustentabilidade da Amazônia

Que tal um FUÁ de boas ideias? é assim que a Feira Urbana de Alternativas vem oferecendo sustentabilidade para os manauaras com as exposições de pinturas, palestras, música, costura, gastronomia, feira de alimentos livre de agrotóxicos, comidas típicas além das atividades físicas e doações de plantas, alimentos e roupas tudo isso em um grande apanhado de ideias com uma palavra em mente, Sustentabilidade. O FUÁ é um evento criado pela Casa Cinco em parceria com a Fundação Amazônia Sustentável que surgiu de uma paixão pelo meio ambiente e sua diversidade, essa paixão deu lugar a proximidade e hoje temos um evento diversificado, informativo e criativo. A sustentabilidade tem sido cada vez mas citada nesse novo século e não é para menos,  temos atualmente o consumo desenfreado que gera pilhas enormes de lixo, por isso é que muitas pessoas tem se interessado pelo assunto, buscando criar, interagir, discutir e desenvolver mudanças significativas para os novos dias, o que acabou reunindo empresários, ribeirinhos, estudantes, crianças e idosos para compartilhar e conhecer novas ideias.

Roberto Wagner é um empresário que hoje se dedica ao artesanato criando designers inovadores com peças de Impressoras, computadores, garrafas,  CDS,  vinis, lâmpadas de led até suas etiquetas são personalizadas e a inspiração foi a dois anos atras quando estava no rio de janeiro, além dele, temos a artesã Marla Fernandes que cria sabonetes, sachês, aromatizantes  em formatos variados com composições de silicone, resina e muitas iguarias locais como cupuaçu, castanhas, açaí, essências de flores e hortaliças sempre visando os aromas naturais e locais, de acordo com os pedidos. Marla conta que sempre teve paixão pelos aromas, mas foi depois da formação como administradora que ela teve acesso a esse universo e desde então a criatividade é sua parceira. Falando em criatividade não podemos esquecer de “Folhas de Árvore” uma ideia que surgiu para suprir a necessidade das amigas, isso mesmo, das amigas que sempre reclamavam do peso dos brincos e colares grandes, foi então que surgiu a iniciativa de criar acessórios a partir de papel, leve, único, bonito e personalizado. Com tantas possibilidades não poderia faltar os ribeirinhos e suas delícias locais como frutas, farinhas, açaí, tapioca com um espaço só pra eles e grande variedades de produtos.
O FUÁ reuni pessoas de todas as idades e trás discussão e soluções para a conscientização, vemos artesanatos feitos de arames, quadros com frases elegantes, garrafas transformadas em abajur, papeis como joias, vasos com carinhas de emoticon, livros, pinturas feitas durante o evento, plantas sendo doadas, comidas de todos os tipos, há de tudo um pouco. 
Já na música ficou por conta da banda Tucumanus e Orquestra Puxirum que trouxe músicas regionais com toques diferentes e criativos.  Não podemos esquecer do debate para formular uma agenda socioambiental para Manaus, pelo Movimento Ficha Verde, e uma mesa redonda com fotojornalistas sobre a importância da fotografia na comunicação de meio ambiente.
As atividades são baseadas nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), lançados pela ONU no final de 2015. 
O evento é realizado mensalmente com outras novas atividades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário