sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

TRILHA DE MOTO NA AMAZÔNIA

* AVENTURA AMAZÔNICA

"Na trilha, no mato, na lama, somos todos iguais, nada de preconceito. Pessoas normais, porém loucos pela mesma causa, "a trilha".


Um esporte radical que vem ganhando muita força em nossa região é a Trilha de Moto. E como estamos na maior floresta do mundo, a Floresta Amazônica, temos excelentes trilhas com diversos obstáculos naturais como morros, pedras, arvores, lama, igarapés e praias. Devido estarmos em constante contato com a natureza temos que ter a consciência de não estragar a natureza pois é ela que nos proporciona os obstáculos que precisamos.

Uma característica a ser ressaltada é que, muitas vezes, a pratica desta atividade é uma válvula de escape da vida cotidiana e do estresse da vida urbana; cuidamos para não estragar nem prejudicar o meio ambiente, andamos por trilhas já abertas e respeitamos cercas, comunidades e propriedades particulares, o que temos percebido durante nossas trilhas é que o próprio homem está degradando o meio ambiente, desmatando e queimando a floresta para invadir as terras.

Santarém tem uma associação de trilheiros que é a ATT - Associação dos Trilheiros do Tapajós, e várias equipes ou grupo de trilheiros, alguns deles são: Equipe CABRU, DINOSSAURO, CAMALEÃO, TRILHEIROS DA AMAZÔNIA, etc. São grupos de amigos com a mesma paixão de andar de moto, ao mesmo tempo em que curtem a natureza e fortalecem os laços de amizades. Surpreendentemente, encontramos pessoas no nosso dia a dia e nem imaginamos que essa pessoa é adepta desse hobby radical. Dentre os trilheiros temos pessoas de todas as idades, classe social, religião, cor de pele, estatura. Somos empresários, estudantes, mecânicos, advogados, agricultores, agrônomos, funcionário público, etc. Na trilha, no mato, na lama somos todos iguais, nada de preconceito. Pessoas normais, porém, loucos pela mesma causa "a trilha".


Mas nem tudo é alegria, neste esporte as quedas e acidentes infelizmente acontecem de vez em quando, por isso, usamos equipamentos para amenizar a situação e evitar que nos machuquemos. Os equipamentos de proteção dos pilotos são: bota, joelheira, colete, cotoveleiras, luvas, protetor de pescoço, capacete e óculos, cada um com sua extrema importância.
Além das trilhas que fazemos com os amigos nos finais de semana, no decorrer do ano temos alguns eventos e competições, que são os Trilhões, Enduros de Regularidade e Rallye, os mais conhecidos na região Oeste do Pará são o Enduro do Çairé em Santarém, o Raid de Alenquer a Curuá, o Placará nas cidades de Placas e Uruará, entre outros...

Nenhum comentário:

Postar um comentário