segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Base Candirú, em Óbidos, será reativada no ano que vem!!!

"Combate ao tráfico de drogas, armas e pessoas preocupa Polícia Federal e autoridades do Estado"

A Polícia Federal não tem efetivo suficiente para garantir o controle e a segurança em toda a extensão da área de fronteiras do Pará com outros países. Essa fragilidade se reflete nos principais problemas: tráfico de drogas, de pessoas e de armas. A Bolívia, o Peru e a Colômbia, maiores produtores mundiais de cocaína, são vizinhos do Brasil, rota do tráfico e grande consumidor de droga, explicou o delegado da PF Uállame Machado
, em reunião promovida pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Márcio Miranda, para ouvir os representantes do Exército e da Polícia Federal sobre a questão, alvo de requerimento do deputado Carlos Bordalo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alepa.
O general Oswaldo Ferreira, comandante militar do Norte, fez uma apresentação sobre a atuação do Exército na região, com um efetivo de 9 mil homens. “Cerca de 300 trabalham nas áreas de fronteiras. Não é um número alto, mas o Pará é um Estado que tem fronteiras tranquilas. Não existe tráfico de armas e de drogas entrando no País por meio terrestre na área do Comando Regional do Norte”, afirmou, enfático, informando que o tráfico utiliza os rios e o ar, com embarcadouros e campos de pouso clandestinos.
Os municípios mais afetados pelo tráfico no Pará são Abaetetuba, Vigia, Oriximiná, Placas, Redenção e Itaituba, além do arquipélago do Marajó. Uma boa notícia que foi dada durante a reunião é que, para combater o crime organizado, deverá ser reativada no início do ano que vem a Base Candiru, no Estreito de Óbidos, reunindo Polícia Federal, Ibama, Sefa, Receita Federal, Polícias Civil e Militar.
Estão sendo gestadas pela Segup ações dentro do Enafron – Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras e Sisfron – Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras. Entre elas, um Batalhão fluvial, integrado por órgãos estaduais e federais, com lanchas rápidas e de pequeno porte, capazes de navegar pelos furos e igarapés.
Abaetetuba na rota de combate ao crime- O deputado Carlos Bordalo vai propor uma emenda parlamentar coletiva na Alepa a fim de arrecadar fundos a serem destinados a custear equipamentos para uma unidade a ser instalada em Abaetetuba, nos moldes da Candiru, em Óbidos.

com informações, Blog da Franssinete Florenzano/ Foto; Fenapef/ Polícia Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário