sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Obra na balsa do Terminal Turístico será retomada ainda em outubro

Segundo a Seminfra, o trabalho deve ser concluído até o mês de novembro.





As obras de restauração da balsa do Terminal Fluvial Turístico (TFT) de Santarém, oeste do Pará, serão retomadas ainda neste mês de outubro. A informação é da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra). A conclusão das obras está prevista para o próximo mês.
O local foi interditado em agosto de 2014.A solicitação foi feita pelo Corpo de Bombeiros, após mergulhadores constatarem que os pilares de metal que sustentam a balsa estavam enferrujados, o que comprometia a estrutura, podendo causar acidentes. Os tapumes de compensado colocados para delimitar a área, ainda bloqueiam a rampa de acesso ao espaço.


A Seminfra informou que os trabalhos na balsa deveriam ter sido concluídos em janeiro deste ano, mas devido a cheia do Rio Tapajós e a falta de materiais que sustentam a balsa, apenas a troca do piso de madeira da balsa foi realizada.
“São aqueles tubos que ancoram a balsa, ou seja, que fazem a atracação, que prendem a balsa. Esses tubos estavam nem falta, e agora nós conseguimos”, explicou o secretário municipal de infraestrutura, Edilson Pimentel. 
O Terminal de Santarém foi inaugurado em 2006 e passou por uma revitalização em 2012, na qual estava incluída a troca da madeira da balsa. O local passou a ser um dos principais pontos de lazer de Santarém, principalmente nos fins de tarde, quando é possível contemplar o pôr do sol.Na tarde de quarta-feira (21), funcionários da empresa que deve retomar os trabalhos de restauração, avaliavam a estrutura do espaço. Ainda segundo Pimentel só falta analisar o orçamento proposta. “Para eu poder aprovar e liberar o serviço, acho que no próximo mês, se Deus quiser. A gente está resolvendo para liberar para a população. Até porque estamos sendo muito cobrados disso”, completa.
A balsa faz falta para santarenos e também para turistas que vem conhecer a cidade e gostam de fazer passeios fluviais. “Essa demora atrapalha no ir e vir, principalmente no receptivo turístico. Nos serviços de embarque e desembarque dos turistas”, destacou o secretário municipal de desenvolvimento e turismo (Semtur), Valdir Matias.

Texto e Fotos; G1 Tapajos



Nenhum comentário:

Postar um comentário