terça-feira, 14 de setembro de 2010

120 Anos de Almeirim


Eis mais uma cidade situada na Amazônia brasileira, onde a cultura e a tradição não ficaram de lado na história, e hoje se revelam como a grande referência do município. O município de Almeirim também é famoso pela excelente qualidade do queijo natural e por haver grande consumo de peixes típicos da região como o tambaqui e acari. Está situado no Baixo Amazonas, no oeste paraense. O acesso através de transporte fluvial, a principal via de acesso da população aos municípios vizinhos. A malha rodoviária do município é composta pela PA 473, que interliga
a sede municipal ao Distrito de Monte Dourado e a PA 254 que interliga Prainha a sede do município de Almeirim. O acesso por via área ocorre por aeronave de pequeno porte, utilizando o aeroporto distrital de Monte Dourado.

Os principais rios, com beleza cênica são o Amazonas, Paru D’Este e Jari, estes dois últimos com grande número de cachoeiras. Faz fronteiras com Suriname, Amapá, Gurupá, Porto de Moz, Prainha, Monte Alegre, Alenquer e Óbidos.
Almeirim possui duas versões acerca de sua origem histórica. A primeira afirma que o início se deu com a vinda de padres da ordem dos Franciscanos Capuchos de Santo Antônio que construíram uma aldeia para catequização de povos indígenas, aldeia Paru que teria originado o município em questão. A segunda versão conta a origem do município como resultado da construção de um forte na aldeia chamada de Paru, por holandeses. Tal construção foi idealizada por Manoel da Mota e Siqueira para defender o território. Construiu o forte à margem esquerda do rio Amazonas, em 1745, com pedra e barro, no local onde se encontra a sede municipal.
Em 1758, a aldeia Paru foi elevada à categoria de Vila por decreto do então capitão-geral Francisco Xavier Mendonça Furtado, passando a chamar-se Vila de Almeirim. Porém, no período da Independência do Brasil veio a ser extinta, em virtude da preocupação do governo da capitania em expandir os domínios portugueses para o Alto Amazonas.
Em 1835, Almeirim foi cenário de algumas das lutas da Cabanagem, fato que quase destruiu a Vila. Já no período republicano, em 1890, ascendeu a categoria de município. Mais tarde seria extinto, e em 1930 é anexado ao território de Prainha, retornando a antiga condição no mesmo ano.
Deve-se fazer um destaque na formação histórica de Almeirim, ressaltando um dos mais ousados projetos de desenvolvimento econômico brasileiro implantado na Amazônia, através dos Grandes Projetos, como o Projeto Jari. Esse projeto através das fábricas de celulose e de mineração de caulim, no distrito de Monte Dourado, corresponde à principal fonte de renda do município.
O município completa 120 anos de muitas realizações e um grande desenvolvimento. E hoje é aparente novos passos em direção à um novo futuro, muito mais próspero e com excelente qualidade de vida a todos os almerimenses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário