quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Invasores tomam conta e devastam área do igarapé do Urumarií!!

"Uma grande área já foi aterrada e árvores foram cortadas"


A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Santarém, no oeste do Pará, identificou que uma Área de Proteção Permanente (APP), localizada às margens do igarapé do Urumari está sendo ocupada de forma irregular. De acordo com a Semma, ainda não foram identificados os autores do crime.
“A questão dessa área do Urumari está sobre grande pressão, mais precisamente ocupação irregular da APP. Já fomos ao local, mas ainda não identificamos as pessoas que estavam lá. Já estamos monitorando a área, e vamos retirar as pessoas que estão ocupando essa Área de Proteção Permanente que não pode ser ocupada. Vamos procurar identificar e qualificar esses possíveis infratores”, informou o chefe de fiscalização da Semma, Arlen Lemos.

Há denúncias de que pessoas estão vendendo e loteando a APP. A informação está sendo apurada pela Semma.  “Estamos averiguando a informação de que a área está sendo vendida. Vamos identificar essas pessoas e elas serão autuadas conforme a lei. A pena é multa administrativa”, disse Lemos. 
A fiscalização retornará ao local para retirada dos cercados.  Através das imagens de satélite, uma equipe técnica de engenharia ambiental da Semma fará a mensuração dos danos ambientais, pois houve derrubada mata. 
Segundo Lemos, a Área de Proteção Permanente é considerada 30 metros da margem do igarapé, conforme determina o Código Florestal Brasileiro. O igarapé, que há anos sofre com o assoreamento, engloba os bairros Vigia, Santo André, Urumari, São José Operário, Jutaí, Área Verde e Uruará.

G1 Tapajos

Nenhum comentário:

Postar um comentário