terça-feira, 3 de novembro de 2015

Com alta do dólar, Santarém registra aumento de 22% no setor hoteleiro

Se a taxa de câmbio continuar como está, as perspectivas são bem melhores no setor de hotelaria.

Com um investimento de quase R$ 2 milhões em 2014 no setor hoteleiro, o município de Santarém, no oeste do Pará, registrou um saldo positivo no segmento. De acordo com o Centro Avançado de Estudos Amazônicos (Ceama), o movimento no setor já aumentou 22% em 2015 e o resultado se dá pelo aumento do dólar.


O pesquisador do Ceama e economista José de Lima ressalta que com esse movimento no setor hoteleiro, outros setores ligados ao turismo também devem se beneficiar. “Com o aumento da taxa de câmbio os turistas internacionais vieram mais para o Brasil, porque ficou mais barato fazer turismo no Brasil, principalmente nessa área da região norte e especificamente no oeste do Pará. Se a taxa de câmbio continuar como está, as perspectivas são bem melhores no setor de hotelaria.
 Então não só o setor de hotelaria, como bares, restaurantes e lanchonetes, tudo que está ligado ao turismo, o artesanato também entra, deve ficar em alta pelo menos nos próximos seis meses”, avalia.
No hotel onde Pereira trabalha na vila de Alter do Chão, as reservas já estão praticamente todas esgotadas até o fim do ano. “Tem pouquíssimas vagas. Nos meios de semana ainda temos vagas, mas nos finais de semana estão todos ocupados. O final do ano já está fechado. Não temos mais disponibilidade para o réveillon”, contou o gerente.Para o gerente de hotel, Pedro Pereira, o aumento do dólar fez com que o brasileiro passasse a valorizar as cidades turísticas do país. “Os brasileiros viajavam muito para o exterior e hoje estão procurando conhecer mais o nosso país. Então por aqui, por exemplo, ele [o turista] passa a conhecer as hospedagens e conhece o destino Alter do Chão, Santarém”, disse.

Otimismo
Segundo o Ministério do Turismo, com o dólar em alta, os destinos nacionais têm atraído cada vez mais brasileiros para o próprio país, sendo que as cidades de Porto Seguro, Fortaleza, Maceió, Natal, Salvador, João Pessoa e Recife estão entre os destinos mais procurados pelos viajantes, de acordo com a maior agência de viagem do Brasil. Segundo a empresa, o aumento nas vendas de pacotes nacionais passou de 60% para 65% no primeiro semestre deste ano. E as reservas aumentaram em 12,1% no mesmo período.

Os dados de mercado estão em sintonia com o que revela uma pesquisa feita em setembro pelo Ministério do Turismo, que mede a intenção de viagem do brasileiro pelos próximos seis meses.  Entre os entrevistados, 77% afirmou que deve fazer turismo por destinos nacionais e apenas 18% por destinos internacionais. A região preferida é o Nordeste, com 39% da preferência; seguida pelo Sudeste, com 30%.Ainda de acordo com Ministério do Turismo, o mundo virtual segue a mesma tendência. A procura por pacotes nacionais aumentou 45%; já as internacionais caíram 18%, segundo a agência de viagens online que mais comercializa hospedagens pela internet no Brasil, com mais de nove milhões de diárias vendidas desde que começou a operar, em 2011. 

Do G1 Santarém, com informações da TV Tapajós

Nenhum comentário:

Postar um comentário