quarta-feira, 28 de julho de 2010

| Governadora do Pará defende Belo Monte e ironiza diretor de 'Avatar' por críticas|






Ana Júlia Carepa disse que Hollywood tem visão 'distante da realidade'. Ela citou a produção de energia e possível empregos com hidrelétrica.


A governadora do Pará, Ana Júlia Carepa (PT), apoiou a construção da hidroelétrica de Belo Monte ao afirmar que a

represa ajudará a reduzir abismos sociais em uma região em que "a pobreza não é ficção científica", como ocorre no filme "Avatar".

"É compreensível que Hollywood se preocupe com o meio ambiente, mas tem uma visão muito distante da nossa realidade", disse ela à Agência EFE, por telefone. A governadora fez referência às manifestações contra a represa feitas pelo diretor do filme dirigido pelo cineasta James Cameron.

Durante a entrevista, Ana Júlia afirmou que o Pará tem compromisso com a defesa do ecossistema amazônico, e citou como exemplo o plantio de 1 bilhão de árvores até 2013.

"É uma meta igual a que a ONU colocou para todo o planeta, mas só para este estado", disse, convidando Cameron e os protagonistas de "Avatar" a conhecer o projeto da represa e a "ajudar a plantar árvores".

A governadora disse que serão construídas casas e postos de saúde na região que receberá Belo Monte. Segundo ela, obras de saneamento básico hoje quase inexistentes serão desenvolvidas.

Ao todo, 12 mil pessoas devem ser deslocadas com a represa e terão esses benefícios. "Belo Monte permitirá ao Pará deixar de ser um mero exportador de matéria-prima, gerar emprego e renda e abrir as portas ao desenvolvimento", disse Ana Júlia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário